Pessoas a ler

Onde foi, que te perdi ?

A minha musa fugiu
deixou me sem brio
sem vontade de escrever
o que na alma anda a correr.
Sem dó me deixou
e para longe voou
e muito bem sabia
que sem ela nada escrevia

neste poema fácil e jogo de palavras que desdenha o povo por fazer melhor,


renego em mim a escrita
que com a musa maldita
que me abandonou
e nada restou
sem contar com a solidão
que agora me deu a mão
sento me e fico a ouvir
o que de melhor estiver para vir.

3 comentários:

R(eb)ú(çado) disse...

após muito e muito tempo de ouvir falar do "Francisco" finalmente posso associar a descrição à imagem ^^

m.sunshine disse...

procura mais dentro de ti a força de escrever, vais encontrá-la. *

Franc.k.isco disse...

Obrigado :D