Pessoas a ler

Sabes bem...

Pensei em ti quando soube que ias partir.
Pensei em nós, quando ainda havia um nós.
Pensei na areia, quando ela nos tocou e abraçou, numa noite que apenas eu, tu e o mar falámos.
Pensei nas noites que passámos com as estrelas como testemunhas, de todos os momentos bons e maus que passámos.
Pensei agora, enquanto escrevo, que tudo é passado, todos os verbos que escrevi estão no pretérito perfeito, duma historia que de perfeita, teve o principio, e de desastroso o fim.
Pensei e re-pensei, mandei mensagem no ultimo instante de consciência em que o estoicismo se evaporou e deu lugar a um sentimento real, que se apoderou de mim, sentimento de culpa, por deixar acabar este momento, deixar fugir o meu futuro.
Agora restam me as palavras, a culpa, o sofrimento e o arrependimento.
Mas acho que isso tu já o sabias @

6 comentários:

Suh* disse...

uooou que texto...
grande sentimento :)

bjnhos

Zé Fernandes disse...

Muito giro... :D Primeiro a comentar francisco :P

Johnny* disse...

Escreves tão bem :'D

Anónimo disse...

A saudade fica, ainda que por vezes mate por dentro. E ainda que a distância se entreponha, haverá sempre algo que, em dia algum, se pode medir... essa saudade, esses momentos. Essas horas a ver t-shirts novas, compradas de uma carteira que nunca ninguém viu. Essas horas a contar as estrelas mergulhadas no denso nevoeiro. Essas horas em que nós mesmos somos ponteiros de um relógio sem fim que marca as suas próprias horas...
PS: I love you..

Catarina Costa disse...

Está lindo.

bad.influence.on.u disse...

lindo*.*